Gino’s – Homemade Italian Gelato (Dublin)

Conheci a Gino’s logo na minha primeira semana em Dublin, já que é simplesmente impossível passar na frente da loja na Henry Street e não se encantar com as luzes coloridas do teto. Depois acabei descobrindo mais duas unidades dessa gelateria na famosa e encantadora Grafton Street. Comi lá algumas vezes e juro que senti um amor tão profundo naqueles gelatos que poderia ter voltado lá mais vezes – o arrependimento flui enquanto digito essas palavras. Por um valor ok e bem parecido com o que pagamos no Brasil em filiais do Fredíssimo/Baccio di Latte/Freddo/etc, é possível subir aos céus provando essas maravilhas…

IMG_3746

IMG_3751

IMG_3755

Agora a melhor parte: os sabores! Além dos tradicionais, eles também tinham alguns diferentes tipo blue raspberry com marshmallows, NUTginoELLA (sim, Nutella com um nome bonitinho deles), Brownie (meu preferido!), chiclete (amor eterno), cookies, KindaGinoBueno, entre outros…

IMG_3741

IMG_3753

IMG_3749

Ok, confesso pra vocês que nem sempre eu pedia apenas o gelato. Por um pouco mais caro (5 euros e alguma coisa) eu escolhia o perfeito waffle com morangos e uma bola de sorvete! Sim, amigos, simplesmente estou salivando de vontade neste exato momento. Ir na Irlanda e não provar isso é quase um CRIME!

IMG_3760

GINO’S GELATO
Telefone: (353) 1 201 1705
Endereço completo: 41, Henry Street, Dublin 1.
Para mais informações, visite a página oficial no Facebook.

Posted by

12 meses em 12 fotos #retrospectiva21anos

Eu esperava que ter 21 anos fosse especial, mas acho que nunca imaginei o quanto realmente seria! Foram tantas alegrias, momentos bons e sonhos realizados neste último ano que até me emocionei na hora de selecionar 12 momentos importantes que aconteceram desde outubro/13. Ganhei alguns kg, derramei algumas lágrimas, arranquei alguns cabelos de raiva… mas também me diverti, vivi coisas inesquecíveis e meus olhos brilharam muito. A todos que conheci nestes últimos 12 meses (e os que permaneceram na minha vida também) um sincero muito obrigada! Meu aniversário é só no dia 15, ainda estou lutando contra o inferno astral, mas sinto que já posso cantar “I don’t know about you, but I’m feeling 22“… ;)

IMG_8493

IMG_9941

blog01 blog02

Uma das minhas maiores realizações no último ano foi terminar meu TCC! Já contei todos os detalhes sobre ele neste post e acho que todo mundo que me acompanha aqui sabe o quanto eu fiquei feliz por finalizar esse projeto ao lado da minha melhor amiga Lari. Engraçado é que as vezes eu ainda acordo assustada à noite pensando que eu tenho um monte de coisas pra fazer e demoro até lembrar que na verdade já entreguei. TCC é um trauma!

Outro momento inesquecível foi o da minha colação de grau. Sinceramente? Eu não gostei muito do jeito que a cerimônia foi feita na minha faculdade, mas me emocionei mesmo assim apenas pela grandiosidade do momento. Ainda pude ver a minha alegria refletida nos olhos da minha família, o que tornou tudo mais incrível.

Perceberam que nas nas duas últimas fotos meu cabelitcho está totalmente diferente, né? É que com 21 anos, fui loira e morena! Hahaha. Realizei uma das minhas maiores vontades que era clarear os fios no final de 2013, mas acabei passando por muitos sufocos (leia neste post) e tive que voltar a ser morena. #fail #mimimi Depois ainda tive coragem de cortar o cabelo curtinho para me livrar de alguns fios estragados. Coragem!

IMG_9296

IMG_1408

IMG_2090

Passei o final do ano em Maringá, no Paraná, com meu benzinho e foi tão bom! Nem sempre a gente passa o Revéillon juntos já que ele sempre viaja para lá e muitas vezes eu não posso ir por conta do trabalho ou outra coisa. Apesar de estarmos muito estressados em razão de um susto que tomamos nos últimos dias de 2013, foi uma delícia ver os fogos na frente da Catedral de Maringá ao lado dele.

Pude trabalhar em muitos shows com 21 anos, mas sem dúvida o que mais me marcou foi o do One Direction. Nunca tinha ido em uma apresentação no Estádio do Morumbi e foi incrível. Eu nem sou tããão viciada nas músicas dos garotos, mas a energia das fãs deles é única. O estádio vibrou com os gritos de 60 mil pessoas e eu me sinto sortuda de ter tido a oportunidade de cobrir algo deste porte.

Esse ano fiquei VICIADA na pulseira Life by Vivara. O conceito de reunir os momentos e os detalhes mais importantes da minha vida em uma jóia derreteu meu coração. Sou simplesmente apaixonada por ela, tanto que já escrevi aqui e aqui sobre isso e não vejo a hora de completar a minha! Falta pouco ^^

IMG_3215

IMG_8511

IMG_9175

Ainda nem acredito, mas esse ano fiz finalmente meu tão sonhado intercâmbio e fui para Dublin/Irlanda!!! Passei 5 semanas naquela cidade maravilhosa, que se mostrou 10 vezes mais linda e perfeita do que eu achava que seria. Lá pude aprimorar meu inglês, conhecer lugares lindos, encher meus pés de bolhas de tanto andar, conhecer pessoas de todas as partes do mundo, me divertir e mudar a forma como eu enxergo a vida. Mas tudo passou tão rápido que fiquei com gostinho de quero mais…

Enquanto estava em Dublin ainda conheci mais dois países. Um deles foi a Irlanda do Norte. Fui na Rope Brigde, Giant’s Causeway, demos uma passada rápida pela frente do museu do Titanic e passeamos na cidade de Belfast. Todos os lugares lindos e incríveis. Quero muito escrever sobre eles aqui ainda. Aguardem!

Outro país que pude conhecer foi a Escócia! Fui para Edimburgo e até já fiz um post sobre a cidade aqui no blog. Amei a experiência e também viajar ao lado de amigos tão queridos que conheci durante o intercâmbio.

IMG_8347

blog03 blog04

Fui com a minha irmãzinha Tabata, cunhadinho Rafa e amor em um evento super legal em nov/13 e assistimos um show exclusivo do Jota Quest lá (escrevi aqui sobre isso). Selecionei essa foto pois adoro momentos assim com a minha família! Fico tristinha às vezes porque sinto muita falta da minha mana morando na mesma casa que eu (#chorona), por isso temos que compensar passeando juntas.

Passei tantos momentos maravilhosos ao lado de amigos este ano! Selecionei essas duas fotos com o casal queridíssimo Ba e Carlos e com a minha melhor amiga Lari para exemplificar. Nesta primeira nos divertimos muito andando de bicicleta no Parque do Ibirapuera. Na segunda fui até meu restaurante do coração (Applebee’s) jantar e matar a saudade da minha best. Claro que não só esses momentos foram ótimos, me encontrei com vários outros amigos e amei! Que meus 22 anos tenham ainda mais trocas de amor e amizade.

Tchauzinho, 21! Olá, 22 ;)

Posted by

Kilmainhaim Gaol

Sou daquelas que depois de visitar um lugar que tem o clima muito pesado fico mal, com sono e afetada, mas NEM isso me impediu de ir na prisão de Kilmainhaim. Na verdade, esse era um dos passeios que eu mais queria fazer em Dublin! Fui com alguns amigos em um domingo à tarde, mas não pudemos entrar pois o lugar estava lotado e com os horários de tour encerrados. Voltamos em uma segunda e conseguimos, finalmente! Já de fora notei uma mudança no ambiente e fiquei mole só de passar pela porta, que já tem um símbolo deveras assustador… Ah, mas nem de longe o símbolo é tão assustador quanto saber que muitos dos prisioneiros da cadeia, inaugurada em 1716 e desativada em 1924, foram enforcados logo acima dele.

IMG_0078

O melhor deste passeio é que, além de ser incrível, ele entra na lista de lugares mais baratos para ir em Dublin! A entrada para estudantes é apenas 2 euros. Imaginem isso, APENAS 2 EUROS. Já para quem não estuda, o ingresso sai por 6 euros, o que nem é tão pesado assim também, né? E vale muito a pena! Logo após pagarmos, entramos em um museu que conta um pouquinho da história do local e possui vários itens dos antigos prisioneiros. Fiquei de boca aberta com todos esses detalhes…

IMG_0089

IMG_0099

IMG_0105

IMG_0125

IMG_0091

IMG_0138

Temos alguns tempo para olhar o museu antes do guia chamar a turma para o início do tour, que é bem explicativo e dura em média 1 hora. Sim, não é possível entrar na prisão sem a companhia do guia - o que eu achei ótimo, o lugar realmente dá arrepios. Somos levados para uma capela, onde conhecemos um pouco das histórias da Kilmainhaim Gaol. Dentre várias delas, a que mais me mexeu foi a de Joseph Plunkett. Ele foi um dos líderes do movimento republicano e pôde realizar dentro da cadeia seu último desejo que era se casar com sua noiva Grace Gifford. A cerimônia aconteceu na capela e logo depois ele foi executado. Grace relatou que chegou a escutar os tiros quando estava saindo da prisão. É arrepiante ou não? Além dele, muitos outros nomes importantes da história da cidade de Dublin também foram presos e mortos lá.

IMG_0169

IMG_0152

IMG_0158

IMG_0165

Um dos lugares mais chocantes de toda a cadeia é a chamada ala leste, inaugurada em 1862. A guia explicou que o local tinha aquela disposição para promover a solidão e evitar qualquer contato dos presos, que deveriam ficar sozinhos pensando nos seus crimes. O modo como as celas estavam colocadas também ajudava os guardas a observar as portas e assim evitava possíveis fugas e rebeliões, principalmente na época de lotação. Durante ‘A Grande Fome’, período que durou de 1845 à 1850 na Irlanda, muita gente começou a roubar comida na esperança de sobreviver e acabaram sendo presos na Kilmainhaim Gaol. Para eles, isso era benéfico, já que lá teriam direito a refeições diárias. Até crianças cumpriram suas penas no local.

IMG_0185

IMG_0207

IMG_0178

Agora pensem numa pessoa que entrou em uma das celas para tirar foto? Sim, eu sou a cara da coragem…

IMG_0193

IMG_0211

Quase no final do tour fomos levados para a parte externa da cadeia, onde os presos trabalhavam e também eram executados. Foi na parede que hoje está marcada com uma cruz que muitos líderes políticos que lutaram pela proclamação da República da Irlanda foram fuzilados.

IMG_0227

IMG_0228

IMG_0236

O passeio foi super educativo, parecia uma aula de história! Conseguimos realmente imergir no local e no que aconteceu lá. A prisão fica pertinho do Phoenix Park, em Dublin 8, ou seja: bem longe do centro, hehe. Mas vale muito a pena e eu considero um passeio obrigatório para qualquer um que vá à Dublin!

KILMAINHAIM GAOL
Telefone: (353) 1 453 5984
Endereço completo: Inchicore Rd, Kilmainham, Dublin 8, Irlanda

Posted by

Shampoo a seco (original e blush) da Batiste

IMG_0252

Lavar o cabelo sempre me dá preguiça e como o shampoo a seco é o melhor amigo dos preguiçosos… eu amo! hehe. É que, no meu caso, nunca é apenas lavar. Meus fios são grossos e volumosos, então eu sempre tenho que secar e depois passar a chapinha. Por sorte, eu nasci com o cabelo seco e isso é uma maravilha! Para mim, ficar até três dias sem lavá-lo é uma realidade. Ele não fica oleoso e (o mais importante!) não fica nem de longe com cara de tão sujo. Mesmo assim, depois de dois dias não dá pra dizer que a aparência é ideal-linda-acabei-de-sair-do-banho, né? E é aí que os incríveis produtos da Batiste entram! ;)

Indicações…

Os shampoos a seco são uma mão na roda nos momentos de preguicinha, surpresa ou para dar um up no visual. Por exemplo: você perdeu a hora, não lavou o cabelo, mas tem uma reunião importante, você está com o cabelo meio sujo e te arranjam um compromisso que não pode ser adiado ou até simplesmente nos dias que você está se sentindo com o cabelo estranho e quer dar um tapa no visual. Para quem tem a raiz oleosa, o produto também ajuda muito, já que aquela obrigação chata de lavar todos os dias pode acabar! Eu sou fã e gosto tanto que comprei versões com dois cheiros diferentes lá em Dublin: o original e o blush (floral).

Modo de usar…

O produto vem no formato de spray e para usar basta aplicar na raiz do cabelo a uma distância de 30 cm, esperar alguns minutos e pentear até desaparecer as bolinhas brancas que se formam. Essas bolinhas nada mais são do que o shampoo a seco enxugando o excesso de oleosidade presente nos fios.

Pontos positivos…

Tamanhos pequenos e grandes. Dá pra levar o menor na bolsa sem problemas.
Facilidade na aplicação. É só colocar na raiz dos cabelos e pentear depois.
Rapidez no resultado. Aplicou, penteou e voilà!
Perfeito para dias de preguiça. Ficar se sentindo triste de cabelo lambido nunca mais!
Cheiros diferentes. Tem o original que é mais neutro e outros como o blush, que é mais floral.

Atenção…

– Se você não pentear bem, algumas bolinhas brancas da raiz podem não desaparecer.
Não é recomendável usar mais de uma vez por semana pois pode fazer mal aos fios.

Conclusão:

Eu adoro e super recomendo os shampoos a seco da Batiste! Deixo o pequeno na minha bolsa constantemente e uso sempre que quero dar um tapa no visual. Isso de me sentir triste e chateada por ter algum lugar pra ir em cima da hora quando estou com o cabelo meio caidinho e com cara de lambido já não me pertence mais! O grande custou 3,50 euros, o pequeno 2,90 e comprei na rede de farmácias Boots.

Posted by

5 lugares para visitar em Edimburgo (Escócia)

Fiquei pouco mais de dois dias em Edimburgo e a minha impressão final da cidade foi: ela é minúscula. Conheci a maior parte dos pontos turísticos em um dia e até pude voltar em alguns deles no segundo. Acho até que se eu ficasse mais do que isso lá, morreria de tédio. Deve ser por esse motivo que muita gente prefere separar um dia lá só para ir no Lago Ness (passeio que custa 40 pounds, um valor bem abusivo, na minha opinião). Mas ainda assim, a viagem valeu muuuito a pena! A segunda maior cidade da Escócia tem lugares lindos para ver e uma arquitetura única cheia de história. E é por isso que eu quis vir aqui indicar para vocês os lugares que eu considero mais imperdíveis para quem vai visitar Edimburgo. Espero que gostem!

Calton Hill

Definitivamente, o meu lugar preferido de Edimburgo foi a colina Calton Hill. Além de ter uma visão privilegiada da parte chamada de “cidade nova”, lá em cima também estão vários monumentos importantes para a Escócia. Por exemplo, o National Monument of Scotland (primeira foto), que parece um pouco com o Parthenon de Atenas e foi feito em homenagem aos soldados escoceses que morreram nas batalhas de Waterloo e Trafalgas. Outro monumento presente lá é o Dugald Stewart Monument (segunda foto) que foi construído para homenagear o filósofo escocês Dugald Stewart.

Endereço completo: Regent Road, Edinburgh EH7 5AA, Reino Unido

IMG_9303

IMG_9522

IMG_9317

St. Gile’s Cathedral

Feita em homenagem ao padroeiro da cidade, a catedral de Saint Giles (ou Santo Egídio) me emocionou por sua perfeição incrível em meio ao rústico. Considerada a Igreja Matriz do Presbiterianismo, ela tem sido local de cultos por mais de 900 anos, é inteirinha de pedra e possui várias imagens de soldados que perderam suas vidas nas guerras. Outro ponto de destaque são os vitrais incríveis que datam da década de 1870.

Endereço: High St, Edinburgh, Midlothian EH1 1RE, Reino Unido

IMG_9360

IMG_9340

IMG_9376

Elephant House

Fã de Harry Potter se emociona fácil, sabia? E estar na Escócia, terra em que J.K. Rowling mora, já estava mexendo com meu coraçãozinho. Agora imagina ter o prazer de entrar (e sentar em uma das mesas!) do local onde a história da minha série de livros preferida da VIDA nasceu? Sim! Isso aconteceu no bar Elephant House, em Edimburgo. Lá, Joanne escreveu “Harry Potter e a Pedra Filosofal” enquanto bebericava um café quentinho ao lado de sua filhinha que dormia no carrinho de bebê. *___*

Endereço: 21 George IV Bridge, Edinburgh, Midlothian EH1 1EN, Reino Unido

IMG_9447

IMG_9453

IMG_9459

Edinburgh Castle

Um dos mais importantes castelos de toda a Escócia fica em Edimburgo! A antiga fortaleza recebe anualmente cerca de um milhão de visitantes e é atração imperdível para qualquer um que vá até a cidade. Por motivos de o ingresso custar os olhos da cara, eu não entrei. Mas só de ficar nos arredores e entrar até a parte dele que é gratuita, já pude sentir a força daquela construção. Numa próxima vez, quero muito entrar e ver de pertinho as joias da coroa e outros detalhes conservados por tantos anos.

Endereço: Castlehill, Edinburgh EH1 2NG, Reino Unido

IMG_9262

IMG_9222

IMG_9236

Greyfriars Kirkyard

Lembra daquele filme “Sempre ao seu lado” com o Richard Gere que sempre que passa faz a gente desidratar de tanto chorar? Pois bem, tem uma história de um cachorro escocês que é quase igual ao do Hachiko. Greyfriars Bobby, da raça Skye Terrier, ficou conhecido em Edimburgo por ter passado 14 anos guardando o túmulo de seu dono, até sua própria morte em 14 de Janeiro de 1872. Quando morreu, o fiel cão não pôde ser enterrado junto com o dono, mas seus restos mortais foram colocados dentro dos portões da velha igreja de Edimburgo, num pedaço de solo não consagrado, a 70 metros do túmulo que ele guardava. Ele também ganhou uma estátua fora do cemitério e até um filme da Disney baseado em sua história.

Endereço: Candlemaker Row, Edinburgh, City of Edinburgh EH1 2QQ, Reino Unido

IMG_9463

IMG_9475

IMG_9505

Bônus: Scott Monument

Feito para o mais famoso autor escocês, Sir Walter Scott, o monumento é composto por uma torre em estilo gótico vitoriano de 60,9 metros de altura e é considerado o maior do mundo em homenagem para um escritor. Ele começou a ser feito em 1840 e foi entregue ao público em 1846. Pagando, é possível subir os 287 degraus e ter uma visão privilegiada da cidade de Edimburgo. Adorei que o local é cercado por artistas tocando a gaita de foles (e ainda por cima tem um Costa Coffee ali perto!).

Endereço: E. Princes St Gardens, Edinburgh EH2 2EJ, Reino Unido

IMG_9151

IMG_9158

IMG_9145

Posted by