Carrick-a-Rede Rope Bridge

Todo mundo sabe que a Irlanda é uma ilha, mas o que muitos não sabem é que ela divide essa ilha com outro país, um do Reino Unido! A pouco menos de 2h00 de distância de Dublin fica a Irlanda do Norte, que de algum tempo pra cá ganhou atenção e fama por ser o cenário da série de sucesso ‘Game of Thrones’. Durante meu intercâmbio fui com um day tour da GM Trip visitar vários pontos turísticos famosos de lá: a Carrick-a-Rede Rope Bridge, a Giant’s Causeway, o museu do Titanic e, finalmente, a cidade de Belfast.

Depois de pegar o ônibus na frente do Tesco da Parnell Street às 7h, confesso que dormi praticamente o caminho todo e só acordei quando o guia explicou que tínhamos chegado na Irlanda do Norte. Nossa primeira parada seria na Rope Bridge, uma importante ponte conhecida por ligar o país à minúscula ilha de Carrick, que já foi um dos principais pontos de pesca de Salmão de lá. Por volta de 10 anos atrás, a ponte foi reformada e tornada mais segura do que era antigamente, ela fica a 30 metros acima do mar e tem 20 de extensão.

IMG_8468

IMG_8494

IMG_8481

Uma das vantagens de ir até um lugar desses com um day tour é que o valor da entrada que alí custava 5,60 pounds saiu por 5 euros. O guia já recebe o dinheiro dentro do ônibus e nos entrega um ticket para entrarmos. Sei que é pouca diferença, mas já é algo bom, né? Depois que somos deixados no estacionamento, temos que andar por volta de 20 minutos até a ponte. Já aviso que a caminhada, mesmo não sendo longa, é cansativa por ser bem íngreme. Ai meus pés! Eu fui de bota e me arrependi, nunca façam isso. #dica

IMG_8507

IMG_8511

IMG_8519

IMG_8523

Que medo!!! Quando eu vi a ponte de longe e peguei a fila para passar, lembro que fiquei decepcionada pois achei pequena. Quem dera, viu? Quando você começa a pisar naquelas tábuas e vê o quanto está alto, parece que é uma eternidade. Parei pra tirar essa última foto (rindo muito de tanto nervoso) e tomei um bronca já que não pode ficar sozinho lá no meio. Quando eu desci do outro lado tremendo horrores, já comecei a me preparar psicologicamente para a volta. Estando na ilha, não tem muito o que fazer… muita gente tira foto e só fica lá sentado um pouquinho olhando para aquele oceano azul (ou seria verde?) lindo.

IMG_8565

IMG_8543

IMG_8560

E para dividir um pouquinho com vocês como é estar lá e como foi voltar pela ponte, nada melhor que um vídeo, né? Ignorem meus tremeliques and enjoy ;)

Depois deste passeio, voltamos ao ônibus e partimos para a Giant’s Causeway, um dos lugares mais lindos e incríveis que eu já tive o prazer de estar. Aguardem que o post sobre isso já está sendo preparado!

ROPE BRIDGE
Telefone: (44) 28 2076 9839
Endereço completo: 119a Whitepark Rd, Ballintoy, County Antrim BT54 6LS, Reino Unido

Posted by

Eddie Rockets (Dublin)

Um dos lugares de Dublin que me deu uma vontade louca de ir desde que passei pela primeira vez na frente foi a hamburgueria Eddie Rockets. É que ela me lembrou o The Fifties, um restaurante que adoro muito e também tem essa pegada retrô incrível! Arrisco dizer que a decoração é o que mais chama atenção no lugar, mas o cardápio também não fica atrás, viu? Tudo é simplesmente uma delícia…

01

Assim que você se senta em uma das mesinhas fofas do local já dá de cara com um mini juke-box. Sim, a trilha sonora especial também é um dos maiores destaques do restaurante! Enquanto eu estava lá, pude ouvir Beatles, Johnny Cash, Abba… foi super legal. E essa escolha das músicas parte das próprias mesas. Por 20 cents você seleciona entre as muitas opções nas pastinhas o que deseja escutar. Neste dia eu estava inspirada e escolhi duas: “Girls Just Wanna Have Fun” (Cindy Lauper) e “What’s New Pussycat?” (Tom Jones).

05

Agora vamos para a parte mais importante: a comida! Fui ao Eddie Rockets meio que de supetão na minha última semana em Dublin. Eu não estava mais indo para a escola, então aproveitei esses dias para conhecer todos os lugares que eu tinha vontade. Como não não possuía nenhuma indicação do local, dei uma olhadinha rápida no cardápio e pedi o que fiquei com mais vontade de comer. Acabei sendo meio gulosa, quase não aguentei terminar tudo. Mas achei tão gostoso que deveria ter voltado lá mais algumas vezes. #arrependimentos

02

De entrada, ao invés das tradicionais batatas fritas comuns, pedi essa batatinha diferente cortada em cubinhos. Ela é mais apimentada e eu gostei muito! Veio com um molho encorpado de mostarda + especiarias.

03

Como prato principal, escolhi essa salada magnífica que vinha frango e tudo mais o que tinha direito. Ela é super bem servida e completa. Perfeita! Veio com milho, tomates cereja, azeitona preta, alface picadinho e muitos pedaços de frango grelhado cortado em tiras. O molho era de mostarda e mel.

PS. Só de pensar nela estou salivando, estava bem deliciosa MESMO.

04

E de sobremesa milkshake de bolacha oreo! MUITO AMOR. Serviu dois copos e estava simplesmente maravilhoso. Bem consistente e com um gosto forte da bolacha. Aiaiai, quero um desses agora… como faz?

imggg imggg

Simplesmente ameiii esse restaurante, gente. Queria muito ter experimentado também algum hambúrguer, mas não tive tempo de voltar lá. Para quem está em Dublin, não deixe de ir, por favor!!! O valor não foi tão agradável, essa refeição custou 17,90 euros, um pouco mais caro do que um pedido semelhante a esse aqui no Brasil e BEM mais caro do que fazer compras no Lidl, mas vale demais a pena experimentar.

EDDIE ROCKETS
Telefone: (353) 1 872 2374
Endereço completo: 52 Lower O’Connell Street, Dublin 2, Irlanda
Para mais informações, visite o site oficial.

Posted by

Respondendo a tag “Harry Potter”

Quem me conhece sabe o quanto sou viciada na série Harry Potter e foi por isso que quando eu vi algumas blogueiras/youtubers respondendo essa TAG especial já fiquei super animada para gravar! Perdoem os errinhos de edição e qualquer possível besteira que eu disse. Sou super auto-crítica e JURO que sempre que assisto meus vídeos, fico com vontade de jogar tudo fora, hahaha… Mas aos poucos tô pegando o jeito ;)

Obs: Tentem assistir com a qualidade máxima de 480p! Gravei pelo celular, então infelizmente é o melhor que consegui. Da próxima vez tento com a câmera…

Perguntas respondidas

1- Qual é o seu livro favorito?
2- Qual é o seu filme favorito?
3- Qual foi o livro que menos gostou?
4- Quais as partes do livro/filme que te fizeram chorar?
5- Se você pudesse se encontrar com algum dos personagens de Harry Potter quem seria?
6- Qual é o seu personagem favorito?
7- O que seria o seu Patrono?
8- Se você pudesse ter a Pedra da Ressurreição, a Capa da Inviabilidade ou a Varinha das Varinhas qual você escolheria?
9- Em qual casa você ficaria?
10- Se você pudesse se encontrar com qualquer ator, qual você encontraria?
11- Já jogou algum dos video-games?
12- Se você jogasse no time de Quadribol em qual posição você jogaria?
13- Você ficou feliz com o final?
14- Quanto Harry Potter significa para você?

“After all this time?”
“Always”

Posted by

Compras aleatórias preferidas em Dublin (Penneys, Forever 21, M.A.C., etc)

Confesso, sou muito turistona! Então a verdade meeesmo é que minhas compras preferidas em Dublin foram todas de coisinhas que me lembravam o país e a viagem (muitas na Carrol’s Irish Gifts). Em resumo: chaveiros, canecas, anéis/brincos com símbolos celtas, imãs de geladeira fofos, camisetas e (meus amados!) moletons escrito “Emerald Isle”. Mas é claro que além disso, tendo Penneys e Forever 21 por perto, seria impossível não comprar algumas coisas que não tinham nada a ver com a Irlanda, mas tudo a ver comigo, né? Mesmo que ir às compras nunca tenha sido uma intenção, acabei adquirindo bastante coisa. Dentre elas, selecionei algumas que entraram de vez no meu coração para compartilhar aqui com vocês… Simbora!

IMG_0338

Antes de mais nada: sim, uma pessoa que calça 34 aqui no Brasil foi calçar simplesmente 38 na Europa! Experimentei o 37, mas ficava apertado. O 38, um tiquinho largo, mas quase perfeito e por isso esse foi o número que acabei escolhendo. Agora, olhem que coisa mais linda esse tênis azul com pequenos corações rosinhas. Acho que custou 12 euros (ou 8? não lembro) e é meu novo amor da vida!!!

IMG_0269

Esses três itens de beleza da foto ganharam meu amor e garantiram um espaço na minha necessárie. O primeiro é o brilho labial Carmex, que é muito popular por ser um dos lip balms mais poderosos que existe! Ele opera milagres em lábios ressecados e eu amei tanto que até comprei alguns de reserva pra ter aqui, já que não vende no Brasil. Os outros dois são um rímel da marca Catrice Cosmetics (nunca tinha ouvido falar) e que é perfeito para alongar os cílios e um corretivo da Essence muito bom que tem a pontinha de pincel. Achei os três na Penneys e custaram cada um por volta de 3 euros.

IMG_0275

Uhuuu, um Ruby woo! Depois de tanto ler e ouvir falar sobre esse clássico da MAC, resolvi ter um para chamar de meu. Que EMOÇÃO! Ele é perfeito, tem cobertura matte, uma durabilidade linda e é simplesmente tudo que eu esperava e mais. Um batom para arrasar. Custou 17 euros.

IMG_0286

Queria um espelho para deixar na bolsa e achei esse com cachorrinhos que é a coisa mais linda na Forever 21. Custou 3,50 euros! Já esse creme é um dos meus itens mais queridos de beleza. Comprei na loja Cath Kidston, na Grafton Street, e veio num pacotinho com 3. São hidratantes de mão maravilhosos, sequinhos e ótimos pra carregar sempre. Custou 12 euros e considero uma das minhas melhores compras.

IMG_0262

A coleção Barbie para Forever 21 arrematou meu coração! Além das roupas, também tinham acessórios super fofos para vender e eu simplesmente não consegui resistir a essa necessárie (5 euros) e essa escova de cabelos (3,50 euros). Elas são perfeitas e práticas, estou total in love. *—*

IMG_0293

Gente, agora me expliquem porque eu nunca tinha achado algo assim aqui no Brasil??? Esses rolinhos adesivos servem para tirar pelos das roupas pretas, são milagrosos e custaram 1,50 (pequeno) e 2 euros (grande). Carrego o menor na minha bolsa desde que comprei e é perfeito. Quem tem gato sabe o quanto esses pelos teimam em grudar na gente, né? Adeus, estresse ;)

IMG_0261

Tava super necessitada de uma nova armação de óculos de grau e achei essa muito linda! Me lembrou um delineado e combinou com meu rosto. Comprei na Penneys por 3 euros e se isso não é amor, o que mais pode ser? Ah, pode ser esse óculos de sol em formato de coração de Forever 21 de 5 euros! Hehe

IMG_0239

Desde que viajei, fiquei viciada em bolsas menores. Pra caber o dinheiro, o celular, um batom e só. Tava nesta vibe quando achei essa bolsinha maravilhosa na Penneys (5 euros) que é simplesmente um sonho materializado. Além de linda, ela ainda está me ajudando a trabalhar meu dom do desapego. Quem disse que pra ficar bem temos que levar metade da casa na bolsa? hahahaha. Coragem!

IMG_0309

E por último, achei uma loja dentro do St. Stephen’s Green Shopping que só tem itens de seriados e desenhos. Eu fiquei uma meia hora lá quando fui, olhando coisa por coisa. Muito incrível! Comprei um caderninho do “Breaking Bad” e , ÓÓÓBVIOOO, que trouxe essa caneca lindamaravilhosademorrer com o tema da cafeteria famosa do “Friends”. Ela é de porcelana, então conserva o café quentinho e em cima é emborrachado. Amor, amor, amor e mais nada! <3 <3 <3

Posted by

Estudando inglês em Dublin na Elta – School of Spoken English

Desde que eu comecei a compartilhar aqui minha experiência na Irlanda, tenho recebido muitos e-mails e inbox me pedindo para falar mais sobre a escola que estudei lá. Eu ia colocar todas as informações sobre a ELTA no mega post que estou preparando sobre meu intercâmbio no geral, mas já que surgiram várias dúvidas sobre esse assunto específico achei melhor escrever sobre os estudos separadamente…

IMG_3127

Antes de mais nada quero confessar que eu nunca tinha ouvido falar da ELTA. Quando decidi que iria para Dublin, pesquisei em milhares de lugares as escolas de inglês de lá e alguns nomes começaram a se tornar familiares como MEC, NCBA, Delfin, ULearn, etc. Eu procurei muito, mas não achei nada sobre a ELTA. Então, quando eu estava quase fechando com a MEC (que realmente tinha o valor mais atraente entre todas que eu tinha visto), minha cunhada me aconselhou a não tomar essa decisão. Ela ficou 2 anos na Irlanda, em um deles estudou na MEC e não gostou. Foi por meio dela que eu consegui o contato da Jaqueline, que é brasileira, mora em Dublin há muitos anos e trabalha vendendo os cursos na ELTA. Não podia ter tomado uma decisão mais acertada! Além de ser super atenciosa e me responder várias perguntas, foi a Jaque que indicou a república estudantil onde morei e fechou comigo o seguro saúde obrigatório para viagens na Europa.

Para ficar mais fácil de contar como foi a minha experiência completa na English Language Tutorial Academy (ELTA), resolvi responder algumas das perguntas que mais me perturbavam antes de partir para Dublin. Eu gostaria muito de ter achado algo deste tipo antes de viajar, então foi pensando nisso que decidi organizar o post deste jeito! Espero que eu possa ajudar quem está com dúvida a se resolver ;)

IMG_3628

Como você encontrou a ELTA?

Como já disse, essa escola de inglês foi indicação da minha cunhada Natty, que morou 2 anos em Dublin, estudou na MEC nos primeiros seis meses e depois das férias estudou lá. Ela me contou que não ficou muito tempo na escola por conta do trabalho, mas o pouco que conheceu já adorou. Foi aí que eu entrei em contato com a Jaqueline pela primeira vez.

Quanto tempo demorou até o momento que você decidiu ir para Dublin até o momento de fechar com a escola?

Expliquei no meu primeiro post sobre intercâmbio que tudo aconteceu muito rápido. Saí do meu antigo trabalho no início de julho e mais ou menos no final do mês eu já tinha tudo organizado. Passagem, escola, hospedagem, euros, etc, estava tudo comprado e resolvido. Eu queria ir o quanto antes, por isso agilizei todas as decisões. Claro que me deu um medinho de estar fazendo as coisas correndo e por isso dar errado, né? Mas felizmente deu tudo tão certo que acredito que estava escrito pra ser assim! Troquei alguns emails com a Jaqueline perguntando detalhes da escola e valores, ela me passou uma apresentação sobre a ELTA, conversou comigo sobre alguns outros aspectos, respondeu algumas perguntas e, como eu tinha tido uma indicação, já decidi fechar.

Qual é o diferencial da ELTA?

Com certeza o diferencial de qualquer escola de inglês localizada em um país em que o inglês é nativo é o fato de que você acaba sendo obrigado a pensar, falar, escrever e VIVER nesta outra língua. Eu estudei no CNA aqui no Brasil por 4 anos quando era mais novinha (dos 10 aos 14 mais ou menos) e sei que era bem diferente. Mesmo nos níveis mais avançados, o português estava presente de forma inevitável e isso atrapalhava muito. Em Dublin, já começa que os professores são irish, ou seja, irlandeses, e não falam outra língua. Além disso, não posso me esquecer do Callan Method. A Elta é uma das poucas (se não a única) escolas da Irlanda que utiliza esse inovador e incrível método. Com certeza ele é um dos grandes motivos para que todo mundo que estuda lá, mesmo os que vão totalmente crus e nunca tinham falado inglês, voltarem com o ouvido bem treinado e a língua solta.

Como é o teste de nível da ELTA?

Cheguei em Dublin em uma quinta à tarde e minhas aulas só começaram na semana seguinte. Quis fazer assim para estar um pouco mais habituada com a cidade antes de mergulhar nos estudos. No primeiro dia de aula, marquei de ir às 10h na ELTA para fazer meu teste de nível. Como nesta segunda-feira tinha muuuita gente para ser avaliada, ele acabou sendo feito da seguinte forma: respondi um questionário cheio de perguntas de múltipla escolha em inglês e logo depois tive uma espécie de entrevista rápida feita com a Monique, a dona da escola, que já me avaliou e me levou para a sala do meu nível. Pelo que eu conversei com outros alunos, nem sempre os testes são feitos assim. Eles não são feitos com a Monique e antes de te encaminharem para o seu nível, o teste escrito é corrigido na sua frente. Fiquei meio encanada por ter sido logo levada para o meu nível pois não estava tão segura de que ele seria certo para mim. Para falar a verdade, eu achei a minha avaliação meio rápida demais. Felizmente essa sensação foi embora assim que pude acompanhar o primeiro e segundo dia de aulas. Notei que estava no nível certo e foi tudo incrível.

IMG_3119

Como é a dinâmica das aulas da ELTA? E os professores?

As aulas na ELTA para o curso regular de inglês (que foi o que eu fiz) funcionam da seguinte maneira: de segunda à quinta temos duas aulas de gramática logo pela manhã (9h – 10h45), seguido por um intervalo e depois duas aulas de Callan Method (11h – 12h45). Eu conheço certinho os horários da manhã pois estudei assim, mas tenho alguns amigos que estudavam à tarde e se não me engano as aulas deles começavam por volta das 14h e acabavam 18h. Na sexta-feira não temos aulas, mas a escola oferece algumas atividades diferentes que vou falar daqui a pouco.

As aulas de gramática eram dadas por dois professores diferentes. Eu tinha aulas na segunda/terça com um e na quarta/quinta com outro. Eu gostava bastante disso pois os dois tinham formas distintas de ensinar, o que fazia com que a gente fosse exposto a mais maneiras de aprender inglês. As aulas de Callan Method também possuíam essa vantagem. Cada aula é dada por um professor diferente e nunca duas seguidas pelo mesmo. Isso era maravilhoso pois visivelmente cada professor tinha seu jeito de falar inglês e isso nos ajudava a se acostumar com os diversos tipos de pronúncia. Como alguns dos professores eram mais jovens e outros mais velhos, a gente ainda tinha o bônus de conseguir compreender as diferenças na linguagem das diversas faixas etárias.

O que é e como funciona na prática o Callan Method? O que você achou dele?

O método Callan foi inventado em 1960 pelo professor Robin Callan com o objetivo de ensinar inglês 4 vezes mais rápido do que do jeito habitual. As aulas são frenéticas, em um ritmo super acelerado de listening/speaking e acontecem assim: o professor faz e repete super rápido uma pergunta e você tem que respondê-la no mesmo ritmo dando a sentença completa (ele te ajuda se você precisar). Tudo isso é feito para que você não pense na sua própria língua e responda instintivamente em inglês. Enquanto você fala, ele corrige sua pronúncia. Durante as aulas também são feitos ditados. Isso é super importante pra que você note se está ou não escutando cada palavra de forma correta.

Na minha singela opinião, esse método é perfeito! Nas primeiras duas aulas você fica, sim, meio desesperado com a rapidez das perguntas e respostas. É até engraçado porque todo mundo fica com uma cara tipo “WTF?!?!??” enquanto olha os outros alunos respondendo tudo, hahaha! Mas pegar o ritmo é fácil. Essa técnica de te forçar a pensar em inglês ajuda muito (percebi que estava fazendo isso até fora da ELTA) e ser obrigado a responder rápido faz com que a língua destrave de um jeito incrível. Quando eu fui para Dublin, gaguejei um pouco até pra pedir água no avião. É normal pois você está sendo imerso no inglês sem escapatórias, então toma um susto mesmo. Além do que seu ouvido não está tão bem treinado com as pronúncias, né? Por mais que você só veja filmes/séries em inglês sem legendas, é bizarro viver aquilo pessoalmente. Com uma semana de Callan Method eu já me sentia quase uma irish! Compreendia tudo e falava sem problemas (claro que quando o vocabulário falta é complicado, mas isso só o tempo pra melhorar).

IMG_2762

Como são as instalações, salas de aula e onde fica a ELTA em Dublin?

A Irlanda inteira possui construções bem antigas e a ELTA, por ficar na região central de Dublin, também compartilha um prédio meio velho e cheio de escadas. As salas de aula são diferentes das daqui do Brasil. As cadeiras são colocadas em círculo e o professor fica o tempo todo no meio, onde tem uma visão privilegiada de cada aluno.

A escola tem duas unidades, uma é de frente para o rio Liffey (foto acima) e a outra é na rua de trás, bem pertinho da imigração. A localização não poderia ser melhor. A ELTA fica na região chamada de Dublin 2, a 5 minutos da O’Connel Street, uma das ruas mais famosas da cidade, e a uns 10 minutos da Grafton Street, outra das ruas mais lindas e famosas de lá. A unidade principal é quase ao lado do prédio da Heineken, super fácil de chegar.

10606512_555781657884779_3358464764864570330_n

IMG_3630

A Elta promove algo além das aulas normais?

Toda quinta-feira a escola organiza uma espécie de Happy Hour em um pub com os professores e alunos. Esse é um dos momentos mais legais para conhecer pessoas de outros países, gastar o inglês, fazer amizades e comer/beber em boa companhia. Quase sempre a Elta paga porções e drinks para todos. Nas sextas sei que é realizado um tour com os alunos novos para auxiliá-los na abertura da conta do banco e outras coisas referentes à imigração. Eu não fui neste tour pois como meu intercâmbio era de curta duração, eu não precisaria de nada disso, mas ouvi falar que a escola oferece essa ajuda. Já nos sábados muitas vezes são promovidas atividades como boliche, caça ao tesouro, visita a pontos turísticos, idas à praia, etc, com todos os alunos também. O valor pago pra ir é normalmente justo e tudo é super organizadinho. Pude ir em alguns eventos destes e adorei!

Quanto custa estudar na ELTA?

Falar de valores é sempre complicado e é por isso que eu aconselho a quem se interessou em estudar na ELTA a entrar no site oficial da escola ou em contato com a Jaqueline. Uma coisa eu digo: por ter um ensino de qualidade e um método inovador como o Callan, não dá pra esperar que seja de graça, né! As escolas de inglês mais baratas de Dublin normalmente não tem aulas proveitosas, não tem mix de nacionalidade (o que pode resultar em uma sala com 10 brasileiros) e algumas ainda correm o risco de serem fechadas a qualquer hora! Estudar inglês no exterior é um investimento e muitas vezes o barato sai caro, então meu conselho é: pense bem antes de fechar com algum lugar só porque o valor é um pouco mais atrativo! Eu estudei na ELTA e posso dizer que a escola foi essencial para que a minha experiência na Irlanda fosse perfeita.

;)

Ufa, o post ficou enorme, mas é isso! Se eu tivesse encontrado essas respostas na internet antes de ir para Dublin, teria chegado bem mais tranquila lá. Felizmente eu tive indicação da escola e deu tudo certo, mas nem sempre é assim, né? Ah, muito em breve entrará no ar um post super completo sobre o intercâmbio no geral. Vou falar tudo o que sei e aprendi sobre hospedagem, preços, lojas, alimentação, gastos, áreas da cidade, água, pubs, baladas, transporte, etc,etc… Aguardem!

Posted by